Governadora em exercício participa da abertura da safra nacional da maçã em São Joaquim

Fotos: Ricardo Trida/Secom

Está oficialmente aberta a safra nacional da maçã em 2024 e São Joaquim, na Serra Catarinense, foi palco de um evento que marca o início da colheita da fruta. Maior produtor de maçãs do Brasil, Santa Catarina, segundo a Epagri, espera colher somente na região de São Joaquim, mais de 400 mil toneladas. Neste sábado, 24, a governadora em exercício, Marilisa Boehm, acompanhou a colheita simbólica da fruta nos pomares experimentais da Epagri e destacou que o Estado é um parceiro da agricultura familiar que produz com excelência, não só para o Brasil, mas para o mundo.

“Os produtores da Serra Catarinense são um exemplo disso com a maçã da mais alta qualidade e produzida com condições geográficas e de clima únicas. O Estado vai continuar apoiando nosso agricultor familiar que é peça fundamental na economia e no PIB do estado. Além da maçã, aqui temos vinícolas ótimas, o frio que atrai turistas todos os invernos. Características que, sob o olhar do governador Jorginho Mello, agora são valorizadas e destacadas na Estação Inverno, ampliando as oportunidades para o estado em diferentes épocas do ano”, destaca Marilisa Boehm.

O evento que aconteceu na Estação Experimental da Epagri e no Parque Nacional da Maçã contou com a presença de produtores da região, parlamentares e convidados.

Líder nacional na produção de maçãs

Na safra de 2022/2023 os pomicultores catarinenses colheram cerca de 557 mil toneladas da fruta. No Brasil são produzidas aproximadamente 1,3 milhão de toneladas de maçã por ano, basicamente em cinco estados. Segundo o IBGE, Santa Catarina lidera este ranking com uma produção anual média de 635 mil toneladas, seguido por Rio Grande do Sul com 628 mil toneladas, Paraná com 30 mil toneladas, São Paulo com quatro mil toneladas e Minas Gerais com três mil toneladas. Desta forma, Santa Catarina representa 49% de toda produção nacional de maçã.

Produção e fonte de renda

Em São Joaquim e região, segundo a Epagri, são cerca de 2.600 agricultores familiares que atuam na produção de maçãs e 14 mil hectares de área plantada. No interior do município, o produtor Valdir Marafigo trocou a produção de batatas pelo pomar de maçã.

“Meus parentes foram trocando para a maçã e aí a gente viu que a fruta tem mais futuro. Faz oito anos que a gente faz a plantação da maçã em dois hectares aqui da minha propriedade. A coisa melhorou muito pra nós porque com a maçã o serviço é mais tranquilo. Toda nossa renda sai daqui e agora não vamos mais sair da produção de maçã”, conta o agricultor.

Para a safra deste ano a previsão é de colher 400 mil toneladas da fruta em São Joaquim e região.

Maçã Fuji da região de São Joaquim conquista a Indicação Geográfica

A Maçã Fuji da região de São Joaquim, em Santa Catarina, conquistou o selo de Indicação Geográfica (IG), na espécie Denominação de Origem (DO),  pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A qualidade da Maçã Fuji produzida na região é reconhecida devido às características exclusivas e essencialmente ligadas ao meio geográfico, incluindo os fatores naturais e humanos, e o processo de produção desenvolvido há mais de cinco décadas. Maçã Fuji produzida na região fria do brasil, se destaca pelo sabor, beleza e qualidade.

A conquista de Indicação Geográfica destaca que a Maçã Fuji produzida na região de São Joaquim é diferenciada das outras produzidas no País, valorizando sua história e características. Por meio do selo, a Maçã Fuji da região de São Joaquim tem mais potencial de agregar valor econômico e conquistar novos mercados. O registro da IG é dado aos produtos que apresentam uma qualidade única e características do seu local de origem.

Inauguração

Durante o evento de abertura da safra nacional de maçãs em São Joaquim, aconteceu também a inauguração da pavimentação de acesso às unidades da Epagri no município. Foram construídos 2.367 m² de asfalto no local, com investimentos do Estado na ordem de R$ 344,9 mil.

“Hoje estamos na serra para inaugurar uma obra que é um pleito antigo que mostra a presença e a preocupação do Governo de Santa Catarina com a pesquisa rural e com os produtores da região. Além disso estamos abrindo oficialmente a colheita nacional da maçã aqui em São Joaquim que é referência na produção de maçã. Estamos muito orgulhosos e felizes com esse momento”, destacou o presidente da Epagri, Dirceu Leite.

O secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, Valdir Colatto, ressalta que o Estado promove diferentes ações de governo para ajudar as famílias do campo. “Foi uma determinação do nosso governador em apoiar cada vez mais nossos agricultores. Estamos começando a colheita da maçã e celebrando essa grande conquista que coloca nosso estado como pioneiro na produção da fruta”, reforça Colatto.

:: Acesse a galeria de fotos Aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *