Operação Carnaval leva delegacia do turista ao Sambódromo de SP





Policiais fluentes em inglês e espanhol estarão no Anhembi; 20 mil policiais reforçam as ruas do Estado até dia 18



O reforço de 20 mil policiais volta às ruas do Estado de São Paulo na Operação Carnaval 2024 com atenção especial aos desfiles de escolas de samba no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da cidade de São Paulo, a partir desta sexta-feira (9).

Um dos maiores eventos da capital ganha a presença da Delegacia do Turista para atender casos no local até o dia 17, quando é realizado o desfile das escolas de samba campeãs de 2024. A Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur) funciona em um ônibus equipado para registrar ocorrências e, se necessário, efetuar prisões em flagrante.

O veículo está estacionado no local desde o sábado passado (3), quando o Anhembi passou a receber escolas de samba. A delegada divisionária da Deatur, Fernanda Herbella, afirma que os desfiles deste fim de semana concentram o maior número de pessoas e por isso demandam mais atenção.

“Todos os crimes ali serão investigados pela nossa equipe, independente de envolver ou não turistas. O que sempre gosto de destacar é que a polícia vai até o folião, sem a necessidade de que ele deixe o local para ser atendido. São Paulo tem uma das maiores estruturas de apoio ao turista do Brasil”, diz.

Policiais fluentes em inglês e espanhol estarão no local. Haverá apoio de equipes do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal para dar rapidez em caso de flagrantes no Anhembi. Policiais femininas farão o atendimento de ocorrências envolvendo violência contra a mulher.

O reforço de ações para proteção do público feminino é destaque no Carnaval deste ano. Pela primeira vez, os blocos com grande concentração de pessoas, chamados megablocos, passam a contar com tendas com policiais mulheres para acolher exclusivamente vítimas de crimes sexuais.

A mobilização para a Operação Carnaval 2024 teve início no dia 3, no pré-Carnaval, e continua até o dia 18, para o pós, quando as cidades paulistas ainda recebem blocos de Carnaval.

No primeiro fim de semana com o reforço nas ruas e delegacias, foram recuperados 83 aparelhos celulares e localizados 146 cartões bancários.

Os policias civis prenderam 23 pessoas. As ações tiveram apoio de agentes infiltrados entre os foliões para facilitar o flagrante de crimes. Um menor infrator também foi apreendido pelos agentes. Outras 78 pessoas foram presas pela PM no Estado, sendo, destas, 19 procurados recapturados e dois adolescentes apreendidos. Seis armas e 24 kg de drogas foram apreendidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *