Fatec São Sebastião faz integração com aldeia indígena Rio Silveiras





Projeto prevê suporte técnico, administrativo e comercial para aumento da renda e reconhecimento na comunidade indígena



Alunos consertaram computadores da escola e ajudaram 11 indígenas a fazer inscrições para o Vestibular 2024

A Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Sebastião extrapolou os limites do campus para assumir um compromisso com a Aldeia Indígena Rio Silveiras. O projeto de extensão estabelece novos padrões de integração entre educação, autonomia indígena e desenvolvimento sustentável.

Em uma recente visita à aldeia, os estudantes do curso de Gestão da Tecnologia da Informação (GTI) avaliaram os computadores da escola indígena e realizaram os reparos necessários. A colaboração entre a diretoria da Fatec e da escola indígena também resultou em 11 inscrições de indígenas para o Vestibular 2024.

“Esta é uma ação sem precedentes nos 15 anos de história da unidade e representa um passo significativo em direção ao acesso à educação superior para a comunidade indígena”, diz o diretor Daniel Jung.

A visita foi acompanhada pelo engenheiro da Casa da Agricultura de São Sebastião, Silas Barsotti, que fez uma avaliação das áreas para plantio de bananas, batata doce, amendoim e melancia. O objetivo é atender o autoconsumo da comunidade indígena e gerar excedentes para venda, especialmente para programas de alimentação escolar.

“Além da promoção da segurança alimentar, o objetivo desta incubadora social é gerar aumento de renda e reconhecimento na economia local. A iniciativa oferece um modelo replicável e escalável para outras comunidades e instituições de ensino”.

Para os estudantes, a parceria representa a oportunidade de conhecer de perto a cultura indígena, combinando sustentabilidade ambiental, empoderamento econômico e respeito às tradições culturais. O projeto exemplifica como as instituições acadêmicas podem efetivamente contribuir para o desenvolvimento sustentável e para a construção de uma sociedade mais justa e integrada.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *