Retrospectiva 2023: Fundação Catarinense de Cultura movimenta setor cultural com R$ 120 milhões injetados na economia criativa do estado – ACN

O ano de 2023 está chegando ao fim, e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) contabiliza nesses últimos 12 meses um saldo extremamente positivo de ações que colaboraram para o fomento da arte e da cultura no estado, como o Programa de Incentivo à Cultura (PIC) que se junta à operacionalização de outros sete editais na tarefa de injetar cerca de R$120 milhões na economia criativa de Santa Catarina. 

Com a retomada da agenda cultural em todo o estado, os espaços administrados pela FCC registraram a presença expressiva de público nos eventos que sediaram. Em comparação com os do ano passado, os números cresceram consideravelmente.

Para citar alguns, o Museu Histórico de Santa Catarina, localizado no Palácio Cruz e Sousa, recebeu quase 41 mil espectadores até a metade de dezembro. Um aumento de 154% em relação aos visitantes que frequentaram o espaço em 2022, entre grupos organizados e público espontâneo.

O primeiro edital lançado em 2023 foi o já tradicional Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, um dos mais importantes e relevantes para o setor cultural de Santa Catarina. Nesta edição, distribuiu-se por ele R$ 8 milhões a propostas culturais 

No âmbito da Lei Paulo Gustavo, a FCC ficou responsável por operacionalizar cerca de R$60 milhões. Obedecendo aos percentuais previstos, dividiu-se o montante em quatro editais para o setor audiovisual, dois para as demais áreas da cultura do estado.

A FCC também é responsável pela administração do patrimônio cultural do estado. Sob sua administração, o Museu Histórico de Santa Catarina, localizado no Palácio Cruz e Sousa, teve o vitral da Sala de Jantar restaurado neste ano. Os trabalhos duraram 49 dias.

Além do Museu Histórico, os vitrais do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), outro patrimônio dos catarinenses, também passaram por um processo de restauro

No mês de novembro, o TAC, como um todo, foi fechado a apresentações artísticas para se preparar para uma completa reforma elétrica. 

O Museu Etnográfico Casa dos Açores, localizado em Biguaçu, na Grande Florianópolis, foi outro espaço cultural sob administração da FCC que passou por melhorias em 2023. Ele recebeu nova pintura interna e externa, teve a poda de algumas árvores do terreno e remoção de outras que já estavam mortas e ofereciam risco de acidentes.

O presidente da Fundação Catarinense de Cultura, o Rafael Nogueira, detalha as ações feitas pela pasta no ano:

SONORA

Mais informações no site estado.sc.gov.br/noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *