Prefeitura de Cuiab | Instituto de meteorologia indica que Cuiab poder quebrar recorde histrico de temperatura nos prximos dias

Cuiabá, conhecida nacionalmente por seu calor intenso, se prepara para enfrentar temperaturas que desafiam até mesmo os padrões locais. Na última quarta-feira (18), o Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma máxima de 42,6ºC, e a previsão é de um aumento ainda mais significativo nos próximos dias, podendo até mesmo superar o recorde histórico de calor da cidade.

Segundo informações da MetSul Meteorologia, neste mês de outubro a capital mato-grossense tem sofrido com temperaturas muito acima da média, resultado de um setembro que foi o mais quente já registrado tanto no Brasil como na América do Sul. Desde o início do último mês, Cuiabá tem enfrentado uma série de tardes escaldantes, com máximas atingindo ou superando os 40°C.

O esperado calor desta estação do ano é acentuado pelas maiores médias mensais de temperatura máxima, que ocorrem no trimestre de agosto, setembro e outubro, no final da estação seca da região. As médias históricas indicam que setembro costuma ser o mês mais quente, com uma média mensal máxima de 35,6°C, seguido por outubro com 35,1ºC e agosto com 34,7°C.

A estiagem sazonal da região, resultando em baixos índices de umidade relativa do ar, contribui para a persistência do calor. Em setembro, poucas vezes a umidade mínima ultrapassou os 20%, enquanto em outubro, ela oscila entre 20% e 30%, com alguns dias registrando menos de 20% de umidade. Além disso, o fenômeno El Niño, que traz chuvas extremas no Sul e seca histórica na Amazônia, tem impacto direto no Centro do Brasil, resultando em temperaturas muito acima do normal. Comparando com o ano anterior, setembro e outubro tiveram temperaturas significativamente mais amenas em Cuiabá. Em 2022, o fenômeno atuante no Pacífico era a La Niña.

Um terceiro fator a ser considerado é o aquecimento global. Desde julho, todos os meses têm registrado temperaturas recordes em todo o mundo. Setembro de 2023 foi 0,5ºC mais quente do que o setembro mais quente já registrado no planeta, um aumento que preocupa os cientistas.

Um estudo da World Weather Attribution (WWA) mostrou que as ondas de calor em agosto e setembro na América do Sul, incluindo Cuiabá, tornaram-se cem vezes mais prováveis devido às mudanças climáticas.

As previsões da MetSul Meteorologia indicam que Cuiabá pode enfrentar temperaturas espantosamente altas nos próximos dias, com máximas entre 41ºC e 45ºC. Existe a possibilidade real de quebrar o recorde histórico de máxima na cidade, que é de 44,0ºC, registrado em 30 de setembro de 2020, durante uma onda de calor que afetou vários países da América do Sul. O calor em Cuiabá, nos próximos dias, será verdadeiramente desafiador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *