Piquet e Hamilton: antes de racismo, brasileiro disse sentir inveja – POA SHOW

Depois de o ex-piloto de Nelson Piquet , um vídeo em que o brasileiro admite ter inveja do inglês devido não só ao talento dele, mas também porque o atleta namorava a cantora Nicole Scherzinger, voltou à tona.

Por meio de seu perfil no Twitter, o comentarista de automobilismo, Rafael Lopes, recuperou o vídeo em que Piquet entrevistou Hamilton no GP do Brasil de F1, em 2014, quando o ex-atleta admitiu sentir inveja de Lewis e questionou sobre a então namorada do inglês.

Relacionadas

“Já faz um bom tempo que sinto inveja de você. Não apenas por seu talento, mas também por sua namorada”, disse ele, referindo-se à cantora norte-americana. “Nicole, onde está Nicole?”, questionou Nelson. “Ela está em casa”, respondeu Hamilton. “Mande lembranças para ela”, completou o brasileiro.

Lewis Hamilton e Nicole Scherzinger namoraram por sete anos, . À época, a imprensa creditou o término à distância entre os dois e porque a cantora teria planos para se casar, mas o atleta não.

Rapaz… essa entrevista em 2014, após o GP do Brasil, comandada por Nelaon Piquet, foi absolutamente constrangedora. De uma falta de sensibilidade absurda. E ele confessa ter inveja de Hamilton…

— Rafael Lopes (@voandobaixo)

Racismo

Em vídeo de entrevista ao jornalista Ricardo Oliveira, em novembro de 2021, Piquet chama Hamilton de “neguinho” ao comparar os acidentes envolvendo Ayrton Senna e Alain Prost, em 1990, na largada do GP do Japão, e o que ocorreu 31 anos depois, no GP da Inglaterra. O trecho da entrevista foi publicado pelo canal Enerto, especializado em automobilismo, e repercutiu nas redes, com críticas ao tricampeão, que teve a fala apontada como racista (veja abaixo). O termo quando usado de maneira pejorativa ou com a intenção de ofender é considerado racista.

“O neguinho [Lewis Hamilton] meteu o carro e não deixou [desviar]. O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho meteu o carro e não deixou [Verstappen desviar]. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro [Verstappen] se fodeu. Fez uma puta sacanagem”, afirmou o tricampeão mundial.

Após a repercussão da declaração nas redes sociais, Lewis Hamilton se manifestou. .

“É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação”, acrescentou o inglês.

A Fórmula 1, a Fia e Mercedes .

Fonte: poashow.com.br/2022/07/13/piquet-e-hamilton-antes-de-racismo-brasileiro-disse-sentir-inveja

admin