Guerra na Ucrânia deve impactar fortemente a economia global

Guerra na Ucrânia deve impactar fortemente a economia global

O ano começou com esperanças de recuperação da economia global, já que a vacinação em massa em quase todo mundo, havia causado a diminuição significativa nos casos de Covid e com isso o afrouchamente, em quase todos os lugares, das medidas restritivas que haviam sido impostas na tentativa de frear a disseminação do vírus. Com os estabelecimentos comerciais abertos, as empresas funcionamento livremente e as pessoas podendo circular com muito mais liberdade do que nos anos anteriores, todos esperavam que esse ano poderia trazer boas notícias no campo econômico. Mas então, começaram as tensões no Leste Europeu que no último dia 24 de fevereiro resultaram na invasão da Ucrânia por parte da Rússia. Agora, quase todos os economistas são unânimes em declarar que essa guerra terá impactos bastante negativos na economia global e deve frear a recuperação que era esperada para esse ano. Mas quais os impactos exatamente que os acontecimentos no Leste Europeu terão na economia mundial? É sobre isso que nós da Betsonly (Leia aqui) falaremos hoje.

Primeiro, as economias dos dois países envolvidos no conflito serão, obviamente, afetadas profundamente. A Ucrânia, país invadido pela Rússia, está com sua economia quase que totalmente parada. Já que além do fato de portos e aeroportos terem sido atacados, destruídos ou tomados, existe ainda o fato de que os cidadãos ucranianos estão mais preocupados, nesse momento, com sobreviver, fugir e defender sua pátria do que com produzir bens e produtos. Já no caso dos russos, o problema vem das pesadas sanções econômicas impostas ao país pela comunidade internacional, o que isolou quase que completamente a sua economia. As empresas russas estão praticamente paralisadas e muitas delas perderam quase todo o seu valor de mercado, já que ninguém quer comprar ou utilizar seus produtos e as sanções também impedem que elas recebam e enviem pagamentos. Quase todas as grandes empresas do mundo suspenderam as operações no país e as sanções também fizeram com que o mercado financeiro russo desmoronasse. O que significa que daqui há algumas semanas ou meses a economia do país pode estar completamente em frangalhos.

Mas, além dos dois países envolvidos no conflito, é certo que a Europa inteira será fortemente afetada pela crise. Primeiro, porque a Rússia é o principal produtor de petróleo e gás do continente e os países europeus são fortemente dependentes desses combustíveis para gerar eletricidade. Só para se ter uma ideia, 39% da energia elétrica da Europa é gerada através da queima de combustível fóssíl. E mais, Rússia e Ucrânia também são grandes produtores de trigo e de óleo de girassol. Os dois países respondem por cerca de 60% da produção desse tipo de óleo e por quase 29% das exportações globais de trigo. E é aí que a situação também começa a se complicar para o resto do mundo.

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Fonte: mrnews.com.br/index.php/2022/03/07/guerra-na-ucrania-deve-impactar-fortemente-a-economia-global

admin